Amalfi Capri Costa Amalfitana Florença Itália Positano Roma Sardenha Sorrento Viagens

Inspiração – 15 praias paradisíacas da Itália para você conhecer após a Pandemia

italia

Para quem já esta programando as próximas férias após a Pandemia pode preparar o caderninho para anotar essas dicas. São dicas de praias selvagens e paisagens intocadas rodeadas pelos aromas da vegetação mediterrânea, costas escondidas acariciadas por um mar turquesa tão belo quanto o de um paraíso tropical. Da Ligúria à Sardenha, do Vêneto à Campânia, a Itália tem praias deslumbrantes onde você pode desfrutar do mar e deleitar seus olhos com vistas magníficas.

Voilà…

Scala dei Turchi, Sicília

Localizada entre Realmonte e Porto Empedocle, na área de Agrigento, Scala dei Turchi é única na Itália: não é uma praia, mas uma falésia, uma falésia branca deslumbrante, lentamente esculpida pelo vento e pelo mar. Segundo a lenda, já foi um abrigo para os navios turcos que saqueavam ao longo da costa da Sicília. Para chegar à praia é preciso passar por uma escada natural entalhada na pedra calcária. Na localidade você também pode visitar as enseadas da região.

 

Cala Luna, Sardenha

A praia fica no Golfo de Orosei, na costa leste da Sardenha, e é uma das mais peculiares da ilha por sua natureza selvagem: Cala Luna é emoldurada por encostas rochosas, picos árduos e cavernas. Seu mar cristalino é muito valorizado para a pesca submarina e mergulho. A praia, de areia dourada e águas rasas, é perfeita para crianças. Chega-se à praia apenas por mar e por barcos turísticos, ou por um caminho árduo (para caminhantes experientes); há um bar e um restaurante.

 

Bagni della Regina Giovanna, Campania

Diz a lenda que nessa localidade vinha banhar-se a Rainha Joana de Anjou, seduzida pelo belo mar e pela sugestiva localização, próxima a uma villa da época romana entre os séculos XIV e XV. Bagni della Regina Giovanna são fascinantes piscinas naturais no sopé de uma falésia em Capo di Sorrento, acessíveis com uma caminhada de quinze minutos. O fundo do mar é pedregoso, o mar imediatamente profundo. A paisagem é empolgante: daqui a vista vai do Golfo de Nápoles à Península de Sorrento, a Ísquia e Procida.

 

Baía de San Fruttuoso, Ligúria

Trata-se de uma pequena baía aninhada entre as montanhas da Ligúria, entre Camogli e Portofino, no Parque Natural Regional de Portofino. Com um belo mar turquesa – uma área marinha protegida, a pequena praia de San Fruttuoso é dominada por uma abadia do século XII que ostenta seu nome; em suas águas abriga a estátua submersa do Cristo do Abismo, com cerca de 17 metros de profundidade. A praia é de calhau, com balneário e paradas de descanso, podendo ser visitada de barco a partir de localidades próximas (também de Génova) ou a pé em cerca de duas horas, seguindo os caminhos do parque.

 

Praia Collelungo, Toscana

É tranquila e pouco visitada, localizada no Parque da Maremma entre dunas cobertas de lírios e pinhais: assim é a Praia Collelungo, com três quilômetros de areia dourada entre Marina di Alberese e a Torre Collelungo. A praia é ampla e selvagem, cercada por dunas e vegetação típica da Maremma, também é possível avistar raposas ou vacas deitadas na praia; o mar é calmo e claro. A praia é acessível pelo Centro de Visitantes ao longo do percurso “A2 Le Torri” (5,8 km) ou pela praia de Marina di Alberese, continuando depois por alguns quilômetros em direção ao sul.

 

Le Dune, Sardenha

Uma longa extensão de areia branca salpicada de vegetação mediterrânea entre dunas de areia fofa e um mar turquesa: a praia Le Dune (também conhecida como “Is Arenas Biancas”) está localizada no extremo sudoeste da Sardenha, na área de Teulada. Este oásis natural é o lar de flamingos e garças cor-de-rosa, e a areia é marcada por lírios e arbustos de alecrim selvagem; um pouco mais ao norte está uma área com lagoas.

 

Punta Aderci, Abruzzo

Longas praias de areia intercaladas por seixos, falésias, pinhais e percursos pedestres: Punta Aderci é uma reserva natural na faixa costeira de Abruzzo de grande interesse naturalista. A reserva inclui a praia de Punta Penna, um anfiteatro marinho muito apreciado pela clareza de suas águas e a natureza preservada, a praia de Libertini, da qual uma estrada de terra leva ao promontório, e a praia de Mottagrossa: é aqui que um dos mais selvagens e solitários trechos de costa no Mar Adriático começam.

 

Praia Tonnara, Sicília

Incluída na Reserva Vendicari, a região é um oásis natural maravilhoso no leste da Sicília, entre dunas costeiras, salinas, lagoas de água doce e praias quilométricas. A Praia Tonnara – que está entre os trechos mais bonitos – é uma longa costa arenosa de natureza intocada com águas rasas de cor turquesa. Da praia é possível apreciar o ilhéu de Vendicari e os resquícios da antiga pesca do atum, também é possível avistar flamingos e corvos-marinhos. O visitante pode caminhar ou andar de bicicleta por vários caminhos rodeados de bela vegetação, entre torres de vigia e vestígios de salinas.

 

Baía de Zagare, Puglia

Localizada no promontório Gargano, não muito longe de Mattinata, entre altas falésias brancas com vista para o mar e pedras que se erguem em águas verde-esmeralda, a Baia de Zagare – premiada com 3 Velas da Legambiente (uma conhecida associação ambientalista) – deve seu nome às fragrantes flores de laranjeira que florescem nas proximidades. As duas pilhas de calcário moldadas pelo vento são distintas na baía. Inclui duas praias, divididas em duas por uma falésia: Baía de Zagare e Baía de Faraglioni, ambas de seixos brancos. As praias podem ser alcançadas por mar ou por caminhos que saem da estrada principal.

 

Praia Scialara, Puglia

Ainda em Gargano, mas desta vez em Vieste, com a sua principal praia: a magnífica Praia Scialara está situada junto ao Pizzomunno, o impressionante monólito de calcário a sul da vila de Vieste, considerado o símbolo da cidade. A praia – também conhecida como “Praia do Castelo” por causa de um antigo castelo suevo – tem 3 quilômetros de extensão, areia dourada, fundo do mar cristalino, águas rasas e diversos balneários.

 

La Fontelina, Campania

Uma das praias mais belas e exclusivas do mundo, La Fontelina está aninhada entre as rochas e o mar, onde se pode mergulhar em frente ao famoso Faraglioni. Local encantador que parece ter sido criado como cenário de um filme, a praia era um local de lazer na época romana. Usar calçado de praia é obrigatório, mas o prazer dos seus sentidos está garantido. O Fontelina é um clube de praia renomado há anos – com espreguiçadeiras, guarda-sóis, um bar e um restaurante; você pode chegar lá seguindo a estradinha que começa no Belvedere di Tragara.

 

Praia do Arco Magno, Calábria

Com vista para o Mar Tirreno, não muito longe de Cosenza, em uma pequena enseada entre falésias majestosas e um mar espetacular no Golfo de Policastro, existe uma praia fascinante: a Praia do Arco Magno, assim chamada por causa do arco de rocha que a separa do mar. Não é fácil visita-la: pode-se chegar por mar pela praia vizinha de Marinella, ou aventurar-se por uma complicada trilha esculpida na rocha (do alto do caminho pode-se desfrutar de uma vista notável).

 

Praia de Porto Caleri, Veneto

Situa-se em Rosolina, no Parque Delta do Po, escondido pelo pinhal de um oásis naturalista e nunca movimentado: a praia de Porto Caleri é um extenso areal de seis quilômetros, selvagem e rico em espécies de flora e fauna, onde o vento molda as dunas de areia mudando a paisagem ano após ano. Pode-se chegar à praia através de três caminhos ao longo de passadiços de madeira suspensos sobre a água e a vegetação, situados no interior do Jardim Botânico Costeiro.

 

Cala Jannita, Basilicata

Uma longa praia de areia preta rodeada por rochas e esporões rochosos na orla do Parque Natural Illicini. Cala Jannita, em frente ao ilhéu de Santo Janni, é uma das praias mais famosas e pitorescas da área de Maratea. Premiada com Bandeira Azul, a “praia negra” é gratuita e acessível a pé por um caminho que atravessa a mata mediterrânea. A praia é o ponto de partida perfeito para visitar a vizinha Caverna da Sciabella.

 

Le Fumarole, Campânia

Imperdível para todos os que visitam Ischia, Le Fumarole – a poucos passos da aldeia de Sant’Angelo – é uma praia muito especial onde a atividade vulcânica da ilha é visível a olho nu. Antigamente as fumarolas, jatos de vapor d’água, gás e calor liberado do solo, eram usados para curar o corpo, aproveitando os benefícios da natureza. Os vapores e bolhas subindo da areia podem ser vistos debaixo d’água com uma máscara de mergulho.

Clique aqui para ver mais dicas de viagens.