Chile Patagônia Viagens

10 curiosidades sobre o Puma da Patagônia

WhatsApp-Image-2019-05-06-at-5.34.13-PM

Hoje trouxemos uma matéria interessante de curiosidades sobre o puma da Patagônia, uma espécie que causa muito interesse entre os turistas que visitam Torres del Paine. Não é fácil vê-lo, apesar de ser considerado o maior felino do Chile, pois suas habilidades de camuflagem são excepcionais e, costuma estar solitário afastado das pessoas curiosas.

WhatsApp-Image-2019-05-06-at-5.33.09-PM

Mas, ainda que não possamos vê-lo de forma simples, sabemos que estão por aí escondidos. Os guias do Hotel Tierra Patagonia, com sua experiência e conhecimento, ajudam os visitantes a ter o privilégio e a sorte de observar um puma em ação. Naturalmente mantendo sempre uma distância prudente, já que não queremos incomodá-los.

Ainda com essa grande ajuda, é importante aprender um pouco mais deste belo animal antes de sair a procurá-lo. Por isso deixamos com você esta lista com 10 curiosidades sobre o puma da Patagônia que provavelmente não conhecia.

WhatsApp-Image-2019-05-06-at-5.34.19-PM

Está na posição mais alta da cadeia alimentar da Patagônia, sendo os guanacos seu alimento principal. Nesse sentido, a presença do puma nesta região é um elemento fundamental para o equilíbrio do ecossistema, já que fornece alimento para espécies necrófilas, como o condor, e controla a população dos animais que caça.

O puma é o quarto maior felino do mundo, atrás do leão, do tigre e do jaguar.
Diferentemente de outros felinos, como o leão e o tigre, o puma não ruge, e sim mia de forma similar a um gato. Esta condição é a que o exclui do gênero Panthera.
O puma é uma das espécies mais expandidas do continente. Habita principalmente regiões montanhosas, do Canadá até Magalhães (Patagônia). Este tipo de geografia, como a proporcionada pelo Parque Nacional Torres del Paine, os acomoda bastante, já que encontram refúgio entre as rochas e podem se esconder para caçar.

WhatsApp-Image-2019-05-06-at-5.33.10-PM

Apesar de serem os maiores animais do Chile, no mundo dos felinos são considerados pequenos. Os pumas machos podem pesar entre 68 kg e 100 kg, enquanto as fêmeas chegam em média a superar 45 kg. Em relação a seu comprimento, podem medir entre 1,5 e 2,7 metros, da cabeça até a ponta da cauda.
Normalmente, estes animais vivem de forma solitária. Há pouco tempo acreditava-se que apenas interagiam para acasalar. No entanto, pesquisas recentes mostraram traços de maior tolerância entre os pumas adultos, que compartilham suas presas de caça e levam uma vida familiar um pouco mais próxima do que se supunha.

A pelagem do puma é de um tom cinza avermelhado, com áreas mais claras na parte inferior de seu corpo, e com um ponto negro na ponta da cauda. Esta aparência o favorece no momento de caçar furtivamente sua presa. Seu aspecto permite que se camufle entres as rochas e arbustos do pampa patagônico.
Diferentemente de outros felinos, o puma tem um corpo fino, semelhante ao de um gato, mas em uma escala muito maior. De fato, de forma coloquial, os patagônicos chamam os pumas de gatos.
A expectativa de vida dos pumas na Patagônia é de 10 anos aproximadamente. Hoje, seu estado de conservação é considerado como “vulnerável”. Os pumas podem se reproduzir entre os 2 e 3 anos, tendo 2 ou 3 crias por vez. Atualmente, a população de pumas dentro do Parque Nacional Torres del Paine é de cerca de 50 a 100 indivíduos.

IMG_2507-Edit

E para você que planeja visitar o Tierra Patagonia e está interessado em realizar excursões relacionadas à observação de pumas ou outras espécies, deve comunicar à equipe do hotel no momento da reserva, assim sua estadia pode ser customizada especialmente para essa experiência inesquecível.

Para mais dicas do Chile, clique aqui.