Bem Estar Viagens

Viagens pós Covid-19 – Mudanças e novas medidas de segurança nos aeroportos

bernard-hermant-UfgiA6ZVhsY-unsplash

Em alguns meses de pandemia já podemos perceber muito mudou na área das viagens de avião sejam elas a passeio ou a trabalho. Muitos aspectos de proteção já foram adicionados e outros tantos ainda serão implementados.

A SimpliFlying, empresa norteamericana de consultoria em aviação, tem desenvolvido diversos artigos sobre o tema, explorando como será para esse setor no mundo pós Covid-19. O LeBlog traz nesse post um resumo das principais e prováveis mudanças:

O surgimento de “viagens higienizadas” é um fato e, depois que isso tudo passar, tem grandes chances de ser um procedimento padrão. A sanitização no processo de embarque poderá ser uma nova realidade, como no Aeroporto de Changi, em Cingapura onde foram introduzidos painéis pulverização sensíveis ao toque com revestimento desinfetante, além da limpeza de pisos de banheiros com água com infusão de ozônio.

Outros aeroportos já promovem o distanciamento social, especialmente na área de embarque e praça de alimentação. A longo prazo, no entanto, afetará a capacidade das áreas terminais. A questão crítica para aeroportos e companhias aéreas é como limitar a propagação de possíveis vírus no futuro, à medida que o tráfego retornar aos níveis anteriores ao Covid-19.

Abaixo, descrevemos cinco idéias que poderão tornar o processo de embarque mais amigável à higienização:

– Maquinas de alimentos e bebidas automáticas sem necessidade de toque na área de embarque

Na era das viagens higienizadas, podemos esperar grandes mudanças nas refeições a bordo. Já se foram os dias em que a tripulação vem para servir refeições frescas de vários pratos em cabines premium. Agora, os passageiros terão que se acostumar a ter uma refeição selada e pré-embalada.

Máquinas de venda automática sem contato na área de embarque permitiriam aos passageiros escolher alimentos frescos antes do voo usando seus smartphones e comprando-os usando pagamento móvel.

– Notificações individuais para embarque

As notificações de embarque individuais por aplicativos de companhias aéreas são um recurso relativamente novo que poucas companhias aéreas, como American Airlines e Delta, começaram a explorar pouco antes desta pandemia. É esperado que essa tendência se expanda significativamente na era das viagens higienizadas.

Para evitar que as pessoas se reúnam na área de embarque, somente os passageiros que receberem sua notificação poderão prosseguir. Para que funcione, será importante ter wi-fi grátis na área de embarque.

– Novo grupo prioritário: viajantes essenciais

Repensar os grupos de embarque é outra maneira de organizar o procedimento de embarque. Recentemente, um novo conceito de “essencial” surgiu e acredita-se que ele se transformará em uma nova categoria.

O novo grupo de embarque para “Viajantes essenciais” focaria nas pessoas que precisam viajar e que precisariam obter um certificado de viagem essencial de sua empresa ou autoridade, como o governo do estado. Podem ser médicos ou enfermeiros ou qualquer pessoa que precise viajar.

Isso também permitiria que aqueles que precisassem viajar pudessem acessar tarifas mais baixas, enquanto aqueles que não precisam viajar muito ainda usariam seu critério para decidir se viajariam ou não.

– Verificações finais no portão de embarque

Com o aumento das viagens higienizadas, as coisas também mudarão em um dos últimos estágios antes de embarcar em um avião: o portão de embarque. A WizzAir acaba de lançar um belo vídeo de saúde e segurança aprimoradas, onde também mostra aos passageiros a verificação automática de seus cartões de embarque.

Acredita-se que, com o tempo, esse processo será aprimorado para incluir a última verificação de temperatura e até revelar os resultados das avaliações de saúde realizadas no check-in. Isso significa que qualquer passageiro que demonstrar uma avaliação de saúde anormal será impedido de embarcar.

– O novo Jetbridge avançado

O JetBridge é um espaço bem compactado, com passageiros de pé, juntos, apenas esperando para embarcar. Na era das viagens higienizadas, este também deve cumprir os requisitos de distanciamento social.

Ele serve também como um túnel de desinfecção, garantindo que cada passageiro que pise à bordo tenha sido desinfetado adequadamente e não esteja carregando nada além de sua bagagem no voo.

Para encontrar dicas e sugestões para sua próxima viagem clique aqui!