Bem Estar Cuide-se por Hospital Santa Paula

Saúde – Cuidados com a pele no inverno

derma

Dicas de saúde são sempre bem vindas não é mesmo?

Também é certo que as condições climáticas desta época do ano afetam nossa pele, especialmente quem sofre com dermatites. Os tipos que pioram no inverno de acordo com a dermatologista Dra Vanessa Mussuapapo, do Hospital Santa Paula (parceiro do LeBlog para assuntos relacionados a saúde e bem estar) são as Dermatites Atópica e Numular.

“A Dermatite Atópica normalmente começa na infância e se estende até a adolescência, podendo também aparecer em adultos.  É uma condição alérgica da pele e está ligada a problemas respiratórios. Já a Dermatite Numular ou Eczema Numular, surge pelo ressecamento da pele e é mais comum em pessoas idosas ou com doenças sistêmicas como diabetes e hipotireoidismo, explica a dermatologista.

Sintomas e tratamento das dermatites no inverno:

O tempo seco e frio, combinado com banhos quentes e falta de hidratação são a receita perfeita para o aparecimento de inflamações na pele. Os principais sinais são um ressecamento extremo da pele que provoca feridas e placas avermelhadas, coceira e descamação. “A coceira, principalmente em quem tem a Dermatite Atópica, pode causar dificuldade para dormir, piorando o sono e a qualidade de vida”, reforça a especialista.

Como o ressecamento é uma das causas, o tratamento consiste principalmente em hidratação da pele, com cremes sem cor e sem cheiro. “Podem ser usados anti-histamínicos, pomadas corticóide, imunomoduladores e às vêzes corticóides via oral, dependendo da gravidade do caso”, afirma a Dra. Vanessa. A avaliação e orientação de um médico é indispensável, tanto no diagnóstico quanto no tratamento das dermatites.

Outra recomendação é tomar banhos rápidos e mornos, sem uso de bucha. Esses cuidados ajudam tanto no tratamento quanto na prevenção. Uma pele bem hidratada, que não é exposta a banhos quentes e uso excessivo de buchas, por exemplo, fica menos propensa a inflamações. Assim, fica mais fácil prevenir ou mesmo tratar a dermatite neste inverno!

Para mais dicas de saúde e bem-estar, clique aqui.