Califórnia Estados Unidos Viagens Viagens de aventura

Golden Gate Park em São Francisco – Califórnia

golden-dest

São Francisco é uma das cidades mais visitadas na Califórnia. As ladeiras e casinhas no estilo “Full House” fazem essa pequena cidade parecer ter saído de um filme. Os mais de 30 parques públicos na cidade mostram o quanto os moradores valorizam uma boa caminhada ao ar livre, um passeio com o cachorro, um piquenique em família. O cenário é completo pela linda Bay Area e a famosa Golden Gate Bridge, passeios também indispensáveis na cidade.

golden1

O Golden Gate Park é um imenso espaço de lazer e cultura. Dentro dele há museus, parques, jardins e muita natureza. Para conhecer todo o parque, seriam necessários mais de três dias! Os lugares escolhidos pelo LeBlog para algumas horas de visita foram o Jardim Japonês e o Conservatório de Flores

Para chegar ao parque, a oferta de ônibus é boa, e rotas por toda cidade te levam para lá. Uma boa opção também é chegar de Uber ou Lyft. Quem estiver pela cidade de carro alugado, é recomendado deixar o carro hotel e ir de transporte alternativo. É difícil e demorado arranjar um lugar para estacionar.

Chegando ao Golden Gate Park, já é possível ver as pessoas praticando esportes, passeando com o cachorro e aproveitando o delicioso espaço ao ar livre. Para transitar de uma area a outra do parque, esteja disposto a longas caminhadas, já que o espaço é grande. O ambiente cheio de vida, entretanto, faz qualquer longa caminhada passar super rápido.

golden9

A primeira parada do passeio foi o Jardim Japonês. Com uma pequena fila para adquirir o ingresso de 9 dólares, adentramos o espaço que parece um pequeno Japão dentro da Califórnia. Para entrar de forma gratuita, basta chegar bem cedo pela manhã, entre 9h e 10h.

golden1

A atmosfera Zen faz desse passeio um momento tranquilo e cheio de paz. Desde a entrada nos deparamos com arquitetura japonesa em portais e passagens, as cores são de encher os olhos.

golden2

Um lago oferece trilha sonora relaxante e um belo espelho d’água onde as belas formas se refletem em duas. As famosas carpas podem ser vistas por todo o lago, colorindo com cores douradas que tem tudo a ver com o clima oriental.
A vegetação é lindíssima, com bonsais e árvores típicas muito bem cuidadas e podadas. Há também uma casa de chás e uma loja de presentes no local.

golden3

Depois do Jardim Japonês, caminhamos até o Conservatório de Flores. Antes de adentrarmos na estufa gigante, existe um lindo parque em frente a estrutura de vidro e aço. Se a agenda do dia der espaço, aproveita para estender uma canga e aproveitar o sol, fazer um piquenique, conversar e observar o movimento. O lugar é lindo demais!

golden4

Depois de pagar o ticket de 8 dólares sem filas, entramos na imensa estufa que nos transporta para uma floresta tropical. Até mesmo os sons do local remetem à natureza selvagem! Em cada ala é possível observar plantas de diferentes ecossistemas. O clima é quente e úmido, o que acaba dando um descanso do vento frio do lado de fora, já que em São Francisco, mesmo o verão é um pouco gelado para nós brasileiros.
Um detalhe muito interessante é que por onde houver uma espécie de planta, lá estará também a plaquinha indicando a espécie e muitas vezes uma breve explicação sobre aquela planta.

golden5

Além do lugar ter muito verde, há também muitas espécies de flores tropicais, como orquídeas e bromélias. É engraçado reconhecer muitas espécies que são comuns para brasileiros, mas uma raridade para os países não-tropicais. O teto de vidro deixa a luz do sol entrar, iluminando o local de uma forma toda especial. No momento certo do dia, os vitrais capturam a luz do sol e refletem cores pelas folhas verdes, parece mágica.

golden8

Uma outra ala do Conservatório é o borboletário. O lugar é cercado de cortinas de tela, que mantém uma vasta gama de espécies desse inseto alado em uma espécie de santuário.  A vontade é de não sair mais de lá, e ficar somente registrando com a câmera cada pouso, cada batida de asa. Eles possuem no borboletário mais de 20 espécies. Algumas super raras, como as monarcas, que geralmente ficam no teto e não dão muito o ar da graça. No dia fomos presenteados com uma das borboletas pousando em nossa amiga que era a aniversariante do dia – o presente perfeito!

golden6

Depois de muitas horas pelo Golden Gate Park, deixamos o local com uma vontade de ver mais. Um bom motivo para voltar! Para moradores ou turistas, o lugar é perfeito para relaxar e encher os olhos de beleza.

Além da natureza, a gratidão de visitar o local vem das pessoas que dão mais vida e movimento ao ambiente.
Um parque para visitar sempre que passar por São Francisco.

Para mais dicas de viagem pela Califórnia, clique aqui