Barcelona Espanha Viagens

Dicas de Barcelona

barcelona4

Hoje é dia de coluna da Teresa Perez aqui no LeBlog e as dicas da linda cidade espanhola Barcelona.

Quem não ama?

Eu já fui algumas vezes e não me canso. É uma cidade riquíssima culturalmente e com muitas atividades incluindo praias no verão, restaurantes, compras, enfim, um lugar para conhecer!

Talvez a palavra que melhor defina Barcelona seja multifacetada . A cidade congrega em seu território, de maneira sutil e harmoniosa, construções da era romana, bairros medievais e os mais belos exemplos do Modernismo e movimentos vanguardistas do século 20.

Com seus museus, catedrais, monumentos, teatros, músicas, pinturas e danças Barcelona respira cultura. Além disso, a cidade apresenta atrativos naturais exuberantes, como seus mais de 4km de orla marítima.

A vida noturna é outra característica muito marcante da cidade. Animadíssima, ela atrai visitantes de todo o mundo e concentra opções dos mais variados estilos. Encantos gastronômicos sem igual, surgidos da mistura da tradição com a modernidade, resultam em pratos que enchem os olhos e dão água na boca.

Passear por esta cidade é surpreender-se e encantar-se a cada instante. A interação entre passado e futuro ocorre de maneira natural e intensa.

Alguns passeios imperdíveis!

Las Ramblas

barcelona5

A palavra Ramblas, em português, poderia ser traduzida como ‘calçadões’. A avenida central de Barcelona, que leva o nome Las Ramblas, tem 2km de extensão e vai da praça Catalunya até a praça do Portal de la Pau, onde está o monumento a Cristóvão Colombo. É movimentada tanto de dia quanto de noite, com visitantes de todas as partes do mundo lotando suas calçadas e dividindo o espaço com estátuas vivas, artistas de rua, vendedores ambulantes e mesinhas de bares e restaurantes.

Basílica de la Sagrada Família (Basílica da Sagrada Família)

barcelona6

É o mais famoso cartão postal de Barcelona e um dos mais conhecidos da Europa. Teve sua construção iniciada em 1882 por Gaudí, e sua conclusão está prevista para 2020, mas pode atrasar por questões econômicas. Depois de terminada, ostentará 18 torres, a mais alta com 170m de altura. Um detalhe interessante da estrutura externa é perceber a diferença de cores das pedras, evidenciando o que foi construído há tempos e o que foi edificado há pouco. Entre seus destaques estão a cripta em estilo neogótico, que guarda a sepultura de Gaudí; a fachada da Natividade, com representações da fé, da esperança e da caridade; e a fachada da paixão, cujas figuras possuem um ar misterioso. Do alto de seus campanários é possível apreciar uma magnífica vista da cidade.

Parc Güell (Parque Güell)

barcelona4

Projetado por Gaudí e financiado por Eusebi Güell, empresário e patrocinador do visionário arquiteto, este imenso parque é um reflexo da evolução do artista. Para sua construção, Gaudí estudou e se inspirou nas formas da natureza, buscando assim uma nova forma de urbanização.

Casa Milà (La Pedrera)

barcelona7

Também conhecida como La Pedrera, foi desenhada por Gaudí e é um dos maiores exemplos de arquitetura modernista. Feita em pedra calcária, o prédio foi muito criticado pelos intelectuais da época por não ser uma obra prática. Foi todo construído com paredes onduladas, que lembram dunas ou a lava de um vulcão, e as sacadas são decoradas com ferro retorcido, remetendo às algas. No último andar do edifício está a sede do Museu Gaudí. Durante as visitas guiadas é possível ir até o telhado, de onde se tem uma bela vista da cidade e onde pode-se observar de perto as exóticas chaminés esculpidas, que tornam o teto do edifício semelhante ao terreno lunar.

Vamos falar de compras!

É no Passeig de Gràcia que se concentram as suntuosas lojas de grifes internacionais, mas são nos pequenos becos da cidade que se encontram os comércios alternativos, as lojinhas de bairro, de artesanato, decoração e moda. Para os amantes da arte, Barcelona é quase como um parque de diversões: são inúmeras galerias espalhadas pela cidade e dezenas somente na Carrer Verdi, uma ruela conhecida por ser endereço de incontáveis galerias, dispostas uma ao lado da outra.

Agatha Ruíz de la Prada

barcelona3

A reconhecida marca espanhola construiu um império considerável com suas roupas exóticas e multicoloridas. As estampas características da designer lembram ilustrações infantis, ainda que de forma artsy-chic. A loja de Barcelona é caracterizada pela assinatura magenta da artista, iluminada por luzes fluorescentes e com caixotes de madeira como expositores, fazendo a decoração combinar com a estética fora do comum.

Vaho Gallery

barcelona

Para uma lembrança diferente, confira a Vaho Gallery. Localizada no centro do Bairro Gótico, a marca produz bolsas, cintos, estojos, carteiras e enormes banners de PVC que podem ser vistos pendurados em prédios públicos da cidade. Apenas um pedacinho de logos de diferentes marcas é utilizado para cada item por razões de direitos autorais, fazendo das peças um abstrato-moderno que agrada aos olhos. É possível encontrar peças com imagens relacionadas a Barcelona, geralmente tomadas de pôsteres utilizados para publicidade, arte financiada publicamente e eventos culturais.

Formatgeria La Seu

barcelona2

O que foi uma fábrica de manteiga em 1917 voltou às suas raízes lácteas em 2000, quando a especialista em queijos Katherine McLoughlin abriu a La Seu. A chef escocesa só vende queijos artesanais espanhóis – quase todos de pequenos produtores.  As opções vão desde o forte El Cascarral até o cremoso Arzúa-Ulloa, da Galícia. Nenhum deles é mantido em estoque, o que significa que eles são extremamente frescos quando chegam ao consumidor. É possível degustar algumas variedades harmonizadas com bons vinhos.

Oriol Balaguer

barcelona1

Barcelona está repleta de lojas de chocolate especializadas, estabelecimentos onde a apresentação e os sabores inesperados são tão importantes quanto a pureza do cacau – mas para algo especialmente único no mundo das fine-chocolatier nada se compara à Oriol Balaguer. Filho de um fabricante de
massa, Oriol trabalhou por sete anos na cozinha de Ferran Adrià, infundindo sabores como anis e açafrão em bombons trabalhados com várias camadas. Tal como o seu mentor, Balaguer elevou sua culinária para uma forma de arte. Seu minúsculo estabelecimento passa a sensação de uma loja de joias finas, com bolos e doces exibidos em vitrines lineares iluminadas em violeta dramático e cercados por uma nuvem de gelo seco. Não deixe de perguntar sobre o “Bolo Concept”, diferente a cada mês.

 Voilà…

*Para mais informações sobre os roteiros da Teresa Perez é só enviar um email para [email protected]

 

Vídeos

Patrícia Mattos

Criou o LeBlog em 2010 especialmente pra quem busca dicas de viagens, gastronomia, lifestyle, moda, beleza e pontos de charme pelo mundo. Hoje, dedica seu tempo integralmente para descobrir o mundo, visitar novos lugares e compartilhar todas as suas dicas e experiências aqui e em suas redes sociais.

Copyright © 2020 Leblog. Todos os direitos reservados Logo Elav