inn fifth dest

Hotel Inn on Fifth em Naples

Naples é uma bela cidade costeira às margens do Golfo do México ao longo da Paradise Coast onde os visitantes podem desfrutar de uma paisagem tropical cercada de belas praias, ótimos centros de compras com as mais diversas lojas, museus, … Continue reading

la caballeriza

La Caballeriza

A história da La Caballeriza começou em 1990, em Buenos Aires, na Argentina, com o objetivo de  servir nobres cortes de carne em um ambiente acolhedor e descontraído ao mesmo tempo. Conhecido como um dos mais tradicionais restaurantes argentinos, o … Continue reading

POSTAGENS RECENTES

VER RESUMOS

Nessa semana acontece em São Paulo um jantar andino especial harmonizado com vinhos organizado pela Balaio Gastronomia.

O evento será na sexta feira dia 29 e será como um passeio pelos sabores típicos da região dos andes, com traços fortes das culinárias de países como Chile e Peru. O menu começará com “Rolinho de salmão gravlax na conserva de beterraba, com tiras de cenoura e gergelim preto”, “Ceviche com batatas roxas e óleo de gergelim”,  “Salada de avocado com tomatinhos, cebola roxa, bacon e sou cream”, e “Sopa cremosa -El Chupe de Lula- com milho, coulis de beterraba, mini milho tostado, ervilhas, anéis de lula e torradas apimentadas. Também será servido um “Estofado de carne com cenoura, ervilha e passas” e por fim um “Suspiro Limeño”.

O cardápio será acompanhado de cinco vinhos com harmonização de sommelier Rene Cunha de Oliveira, da Enoteca Cavatappi. O valor é de R$ 178 para pagamentos antecipados ou R$ 210 por pessoa, com vinhos e taxa de serviço incluídos.

Reservas >> contato@balaiogastronomia.com.br

Tel: (11) 3205-2637.

 

A receitinha de hoje aqui do LeBlog é de uma sobremesa leve, saborosas fácil de fazer. É um Pavê de Morango com chantilly dieta da chef Caro Gall da “All Light Gourmet”.

Para saber um pouco mais sobre a All Light Gourmet clique aqui!!

Voilà…

Nesta semana, o jornal americano The New York Times publicou uma matéria bem bacana sobre viajar de maneira sustentável pensando atitudes que possam causar menos danos ao planeta. Adoramos a matéria e resolvemos compartilhar com vocês.

By Stephanie Rosenbloom

Confira aqui as 10 dicas práticas para tornar-se um viajante “mais verde”, não só conhecendo o mundo e suas belezas, mas ajudando a preservá-lo e mantê-lo para as próximas gerações.

1. Compense seu voo

Voar (especialmente voos curtos) é uma das maneiras menos sustentáveis de viajar, de acordo com alguns grupos como o Fundo de Defesa Ambiental. Algumas companhias permitem com que o cliente compense pelo carbono criado ao voar através da compra dos chamados carbon offsets, ou vários outros jeitos de reduzir a emissão de gases de efeito estufa. Passageiros de empresas como a Delta e a United Airlines podem calcular sua pegada de carbono nos sites das companhias, que transformam isso no valor monetário correspondente à emissão. Após esse cálculo, é possível doar seu dinheiro ou suas milhas para um projeto de redução de carbono.
Algumas organizações ambientalistas apontaram problemas nesse tipo de programa de offset, dizendo que os cálculos dos sites das companhias aéreas não são precisos, pois não levam em consideração fatores como se a viagem é na primeira classe ou não. Ainda assim, utilizar esses programas para contribuir de algum modo é melhor do que não fazer nada a respeito. Para um cálculo de pegada de carbono mais preciso, clique aqui.

2. Tours pela cidade a pé

Se você puder, caminhe, use uma bike, pegue metrô, ônibus ou trem. Se alugar um carro, solicite um híbrido.

3. Opte por um hotel sustentável.

A viagem mais sustentável é aquela onde não se viaja para muito longe – ato impossível para aqueles que querem conhecer o mundo. A Airbnb tem proposto que casas compartilhadas são uma melhor opção para o meio ambiente em relação aos hotéis, por meio de um estudo publicado em 2014 que diz que usar a empresa de compartilhamento de casas resulta de maneira significativa na redução de energia e uso de água, desperdício em geral e emissão de gases de efeito estufa. Mas, se o compartilhamento de casas não é pra você, ainda é possível tornar sua estadia em um hotel mais ecológica, reutilizando suas roupas de cama e toalhas (muitos hotéis dão essa opção ao cliente de não trocar esses itens todos os dias), tomando banhos mais curtos, desligando o ar condicionado, ou desligando as luzes ao sair do quarto. Também é possível se hospedar em hotéis que tenham práticas sustentáveis como reciclar água da chuva ou utilizar sistema de aquecimento por placas solares. Para encontrá-los, visite sites como o Green Hotels Association. O Expedia.com tem algumas dicas para viajar ecologicamente. Para saber se seu hotel favorito é sustentável, aqui é possível ver 10 perguntas cujas respostas podem apontar um resultado.

4. Use uma garrafa de água reutilizável

Milhões de barris de petróleo são necessários para produzir garrafas plásticas consumidas somente pelos Americanos, de acordo com o Pacific Institute. Em 2007, o grupo disse que o montante de petróleo usado na produção de garrafas de plástico é suficiente para gerar energia para mais de um milhão de carros e e caminhões pequenos por um ano. Você pode fazer sua parte para reduzir esses números utilizando uma garrafa reutilizável.

5. Leve pouca bagagem

Quanto mais pesadas suas malas, mais combustível você precisa. Até algo pequeno como um celular, multiplicado pelo número de passageiros, afeta o peso do avião. Além do mais, é mais fácil e divertido viajar quando não se está com as mãos cheias de bagagem.

6. Opte por e-tickets ao invés de papel

A produção exacerbada de celulose tem contrubuído para as mudanças climáticas, portanto poupar papel optando por tickets virtuais é sempre uma boa opção.

7.  Opte por consumir produtos locais

Consuma alimentos e souvenirs fabricados por moradores locais, e durante as compras, opte por uma sacola reutilizável ao invés de sacola plástica. Comprar vegetais e legumes cultivados localmente também ajudam a manter os pequenos empreendedores locais.

8. Economize bateria

Coloque, sempre que puder, seu laptop e outros eletrônicos em modo de bateria econômica. Isso reduz as cargas que você necessitará fazer e consequentemente, reduzirá gastos de energia.

9. Escolha tours que não tragam danos ao meio ambiente

Grupos como The Nature Conservancy, The Sierra Club e the WWF oferecem eco-trips e trilhas que prezam por não danificar os recursos naturais, a vida selvagem ou os moradores locais. Backroads e REI Adventures também oferecem tours que procuram ter baixo impacto ambiental.

10. Espalhe idéias

Passe seus hábitos sustentáveis adiante, e isso multiplicará atitudes positivas para o meio ambiente!!

O LeBlog viaja bastante e tenta trazer buscar maneiras de tornar cada viagem mais sustentável.

*Matéria reproduzida.

Confira as dicas da Decanter desse mês com os melhores vinhos da temporada, ideais para o clima de outono, com variedades para vários paladares e ocasiões.

O melhor de tudo é que os vinhos podem ser comprados pela internet. Clique aqui para visitar o site.

Voilà…