Viagens

DESTAQUES

POSTAGENS RECENTES

VER RESUMOS

A dica de hoje aqui do LeBlog é o novo restaurante japonês UN que abriu há pouco mais de dois meses em São Paulo e já virou sensação entre os paulistanos.

O UN é comandado por Tadashi Shiraishi que é brasileiro, mas fez carreira fora do país passando por lugares como o Royal Monceau – Paris, Mandarin Oriental – Munique e Baur au Lac – Zurique, e se especializou em lamen e saquê no Japão. Tadashi também passou uma temperada de três anos como chef do Nobu Matsuhisa em Mykonos e em St. Moritz.

Além disso, Tadashi é muito conhecido por buscar uma culinária japonesa que remonta às origens e costumes e sempre pensando no ciclo natural dos alimentos.

Nesta empreitada Tadashi se juntou aos empresários Luigi Cardoso Richitelli e Alex Terada com o objetivo de apresentar por aqui, sua terra natal, uma cozinha japonesa técnica, autêntica e inovadora.

O ambiente é jovem, despojado e muito aconchegante. O balcão é a boa pedida para quem assim como eu gosta de observar a preparação dos pratos e escolher o pedido diretamente com os sushimans.

Eu já conhecia o trabalho de Tadashi do restaurante Nobu Matsuhisa na Grécia e fiquei super feliz com a novidade. Já fui algumas vezes no UN e gostei muito do que vi. A casa esta alinhada e tem tudo para ser um sucesso.

O menu é enxuto e bem elaborado. Nele encontramos pratos com técnicas muito bem elaborados e de uma leveza quase que emocionante. Há boas opções de pratos para compartilhar também.

Alguns dos destaques vão para a Barriga de porco, missô de nozes e batata doce, o Futomaki de siri mole, ovas de capelim, avocado e cebolinha envolto por uma fina lâmina de nabo e o Shot de Ostras, acompanhado de molho ponzu e picles de pepino com wasabi.

Alguns dos pratos que eu provei e indico:

Hamachi Jalapeño Sashimi – Olhete, Jalapeños, coentro e molho à base de Shoyu e Yuzu

restauranteun11

Salmão tataki com karashi su-missô

restauranteun9

Crispy Rice Spicy Tuna ou de Uni – Arroz de sushi crocante, atum ou ouriço, redução de shoyu adocicado e sal maldon

restauranteun13

New Style sashimi wagyu – Wagyu Beef Passion, gengibre, cebolete, gergelim, Yuzu, shoyu e selado com Azeite bem quente

restauranteun7

Ceviche de peixes e frutos do mar

restauranteun8

Spicy tuna salad

Sushis: Atum / Pargo com yuzu / Barriga de salmão – alho, cascas de yuzu, pimenta do reino e limão. Cebolete e sal

restauranteun10

Futomaki de siri mole – siri empanado, ovas de capelim, abacate, cebolinha, tudo envolto por uma fina folha de nabo.

“Risotto” de quinoa e cogumelos e legumes – dashi no lugar do caldo. Quinoa, cogumelos, legumes e grana padano.

Um capítulo a parte para as sobremesas que foram criadas por Felipe Tadao, ex D.O.M, especializado em pâtisserie japonesa. Elas são leves e delicadas.

Minhas dicas:

Chocolates e castanhas – crumble de chocolate com castanha do pará, bolo de chocolate no vapor, mousse de chocolate ao leite e chocolate amargo por cima.

Bolo de frutas e sorbet do dia – bolo de frutas no vapor e sorbet do dia (melão Orange)

restauranteun14

Trio de choux – massa leve recheada com doce de leite, creme de confeiteiro e matchá

* O UN também apresenta pratos que prestam homenagem ao famoso restaurante japonês, como o exclusivo Hamachi Jalapeño, feito com sashimi de olhete, jalapeños frescos e molho à base de shoyu e yuzu. 

Há uma boa carta de sakes e alguns drinks especiais criados especialmente para acompanhar o menu.

Voilà…

Rua Padre João Manuel, 1050 - Jardins SP

Tel: 011 3060-9513

Fiz o Caminho de Santiago em Outubro e vou compartilhando aos poucos algumas dicas que acho necessárias e interessantes para quem tem vontade de fazer esta maravilhosa Caminhada que começa em Saint Jean Pied de Port na França e termina em Santiago de Compostela na Espanha,  em um percurso de 800 km.

Há inúmeras listas sugerindo o que levar na mochila para fazer o Caminho de Santiago mas a verdade é que temos que levar os itens necessários presentes na lista que encontramos no site oficial do Caminho e ajustar com as nossas necessidades pessoais, lembrando sempre que o peso total recomendado para a mochila completa é de 10% do peso de quem carrega.

É bem difícil conseguir colocar tudo que vai precisar durante todo o passeio mas é importante tentar.

Geralmente as pessoas vão eliminando pesos desnecessários durante a caminhada. Há em alguns bares e restaurantes pelo caminho uma cesta “take it ou live it”, ou seja, uma cesta para que os peregrinos possam deixar coisas que não vão mais usar no percurso ou então pegar algo que estejam precisando.

caminho9

Fiz uma lista que serviu muito bem para o meu Caminho. (Fiz o percurso de Astorga a Santiago de Compostela – 268km em Outubro no começo do inverno europeu).

- Mochila – Quechua 40+10L

A principio este modelo era um pouco grande para o meu tamanho mas achei que era muito confortável, então não a deixei tão cheia e deu super certo.

caminho6

- Bota apropriada para caminhada impermeável – Salomon

A bota é uma das coisas mais importantes da caminhada. Ela tem que ser boa e encaixar muito bem no seu pé. É recomendável andar bastante com a bota para se adaptar antes do dia da partida.

- Papete – Quechua

As Papete são muito usadas para poder alternar com a bota e também para usar em passeios pela cidade quando chegar da caminhada.

- Lanterna de mão ou de cabeça -

Levei uma pequena e foi ótimo para os dias em que cheguei da caminhada quando já estava escurecendo. Usei também para entrar e sair do quarto dos alberques quando os outros peregrinos ja estavam dormindo. O ideal é deixar sempre com você. A vantagem da lanterna de cabeça é que deixa suas mãos livres. Tem uma lanterninha muito interessante que você gira uma pequena manivela e ela se auto carrega. Essa é boa p deixar pendurada no cós da calça.

- Bastão de caminhada

Este é um detalhe muito pessoal pois tem gente que gosta de levar dois bastões e tem gente que gosta de levar apenas um. Eu preferi levar dois. Escolhi um da Quechua que diminui em três pontos e é super pratico para guardar. Usei o tempo todo.

caminho7

- Saco de dormir

Mesmo optando por ficar em albergues ou casas rurais é sempre bom ter o seu próprio saco de dormir.  Além de aquecer, também  protege de possíveis bichinhos.

- Toalha de banho super absorvente

Há quem leve fraldas grandes para se secar pois não pesam nada e secam rápido. Eu levei uma toalha ultra fina da Decatlon que é baratinha, seca bem e é prática.

- Repelente

Compre um bem potente e use quando e como quiser para se proteger dos mosquitos e da chinche.

- Squeeze de 500ml

Este irá com você onde você for! É sempre bom ter um squeeze e mais alguma garrafinha para se hidratar o tempo todo. Leve um, de preferência sem ser de plástico e que mantenha a água fresca.

- Capa de chuva

No inicio podemos pensar que é um item desnecessário mas é o que salva nos dias de chuva pois os casacos de chuva só protegem a parte superior do corpo.

caminho4

- Casaco de chuva – Columbia

Dependendo da época do Caminho o casaco deve ser mais grosso ou mais fino. O meu era um bem fino que não ocupava muito espaço e foi super usado. Pode tb levar uma calça impermeável que em dias de chuva protege bem.

- Corta vento

Podé até ser o mesmo casaco de chuva. Eu optei por levar um extra bem fininho que usava em dias de muito vento.

- Camiseta manga curta

Levei duas dos tecidos mais finos que consegui encontrar ( tipo dry fit ). Foram ótimas para todos os dias e secam rápido. Dizem para não levar brancas pois sujam fácil.

- Camiseta manga longa

Também levei duas pois na época que fiz o Caminho estava no começo do inverno europeu então foi melhor levar para garantir. Como usamos o dia inteiro a mesma roupa o ideal é chegar no albergue ou onde for se alojar e já lavar.

caminho8

- Meias

Levei umas 4 para não correr o risco de não ter meia limpa para usar . É bom levar meias de algodão e coloridas para saber quais já estão usadas e quais estão limpas. Dizem também que é bom usar duas meias para evitar bolhas mas eu usei uma só e foi ótimo.

- Luva

Usei a luva quase todos os dias pela manhã pois estava muito frio. Mas isso depende da época da Caminhada, porém a luva também protege suas mãos do atrito dos bastões.

- Casaco tipo Fleece

As blusas fleece servem para colocar por cima das roupas intimas pois repelem bem o suor e mantém o corpo seco e aquecido.

- Casaco

levei extra mais dois casacos e um colete bem leves para colocar por cima da fleece e aquecer. Poderia ter sido um só.

Itens pessoais: óculos escuros, boné ou chapéu, protetor solar, protetor labial, repelente, remédios, e itens de higiene pessoal.

Dicas rápidas:

1 camada: roupas de baixo eficiente em repelir agua e transpiração.

2 camada: fleece

3 camada: impermeável

Algumas lojas que recomendo para comprar os itens da viagem são Mundo Terra, Casa de Pedra e Decatlon. ;)

mochila

Clique aqui para ver mais dicas do Caminho de Santiago!

Com cerca de 140 mil metros quadrados, o Casela Nature Park nas Ilhas Maurício é um sonho para todos os tipos de espírito aventureiro. O Parque é lar de uma grande variedade de fauna e flora, com cerca de 1.500 aves, uma seleção de onças, zebras, tartarugas gigantes, macacos de cauda longa, entre outras espécies. O parque é cheio de cores e tem uma floresta endêmica que lembra os visitantes da necessidade de proteger e preservar o meio ambiente. A árvore ébano tem grande destaque na vegetação.

casela1

As atrações variam os níveis de dificuldade, há pescaria, tirolesa, canoagem, escalada, entre outras.

Como o meu tempo no parque foi curto optei por fazer um passeio especial que a tempo tinha vontade. Caminhar com os Big cats!!! Foi uma experiência e tanto.

O passeio dura cerca d 20 minutos e é possível interagir diretamente com os maravilhosos felinos do parque na famosa “Caminhada com os Leões”. Nesta atração que é a mais famosa do parque, pudemos caminhar lado a lado com o leões e ainda interagir com os bichos, tirar fotos e aproveitar por alguns minutos.

casela2

A sensação é emocionante e as fotos até parecem montagem. Mas não são ;) !

Algumas outras atrações bem interessantes do Casela que não fiz desta vez mas pretendo voltar para experimentar!

Avalanche mine:

Os visitantes descem uma espécie de tobogã seco em uma boia que desliza e flutua com uma vista linda e mito frio na barriga. A aterrissagem final é em um imenso colchão de ar.

casela 1

Canyon Swing:

É um tipo diferente de bungee jump, proporcionada um “voo” pelos canyons do parque, a 45 metros de altura.

casela3

Canyoning:

Canionismo é um esporte que consiste na exploração progressiva de um rio, transpondo os obstáculos verticais e anfíbios através de diversas técnicas e equipamentos. No Casela são três rios para desbravar com quedas de 5 a 20 metros. O parque tem técnicos para ajudar os visitantes a aproveitarem o passeio da melhor maneira.

casela4

Ponte Nepaleza:

Nessa atração é possível observar a paisagem incrível da ilha enquanto atravessa a ponte suspensa a vários metros de altura.

casela5

Via ferrata:

Montanhas e desfiladeiros aguardam os visitantes em uma caminhada nada comum passando pela tirolesa aquática e pela ponte nepalesa.

casela6

Tirolesas:

O parque tem a maior das Ilhas Mauricio que passa por tirolesas duplas, onde é possível ir duas pessoas de uma vez até acabar na tirolesa aquática.

*Fizemos o passeio para a Casela Nature Park com a empresa Mautourco que com 55 anos de experiência é especializada em passeios de diversos tipos na região que agradam a todos os gostos e idades. Super recomendo.

Clique aqui para visitar o site.

Clique aqui para ver mais dicas das Ilhas Maurício.

by Flora Gazel (Trendy by Flora)

Um hotel que traz no seu próprio nome luxo total, Baccarat Hotel & Residences New York.

O primeiro hotel no mundo Baccarat. Uma decoração impecável. Deve ser como se hospedar em um castelo com tratamento de rainha! E se não der para se hospedar, quem sabe um drink por la! Com certeza fotos lindas iram tirar! Assim que puder eu vou!!!
A decoração é de tirar o fôlego. Os 114 quartos e ambientes sociais foram bem pensados pela firma francesa Gilles & Boissier, com o glamour parisiense um toque contemporâneo nova-iorquino . Naturalmente, não faltam lustres suntuosos. Super trendy!
Localizado na frente do MoMA, ele ocupa os 12 primeiros andares de uma torre criada pelos arquitetos Skidmore, Owings & Merrill na 53 rd Street.

Baccarat2 baccarat1

Clique aqui para visitar o Trendy by Flora!!! :)