Gastronomia

DESTAQUES

POSTAGENS RECENTES

VER RESUMOS

O entrevistado desta semana no LeBlog é o chef Jefferson Rueda que ainda criança se encantou pela gastronomia e durante dois anos trabalhou como açougueiro em São José do Rio Pardo onde aprendeu a destrinchar bovinos e suínos, de que se orgulha. Aos 17 formou-se chef internacional no SENAC, e migrou para São Paulo, onde trabalhou em alguns dos principais restaurantes da cidade, embarcou para França, onde estagiou no Apicius, entre outras casas. De volta ao Brasil, trabalhando sempre em grandes restaurantes até que decidiu dedicar-se a cozinha contemporânea de base francesa e ingredientes brasileiros.

No Attimo, emprega a técnica francesa, a experiência italiana e sua raiz caipira. Para este desafio, o chef passou uma temporada de seis meses, em 2011, em renomadas cozinhas espanholas e duas pequenas fábricas de embutidos dedicadas às receitas suínas, que inspiraram alguns preparos de sua nova casa.

A seguir os melhores trechos da entrevista:

A dica gastronômica de hoje aqui do LeBlog é o delicioso restaurante Mimo em São Paulo.

O Restaurante é muito charmoso, tem ambiente clean, e muitos detalhes coloridos de muito bom gosto. É um lugar aconchegante daqueles para chegar e ficar papeando e esquecer da hora.

O cardápio contemporâneo apresenta muitas receitas leves, saborosas e criativas com toques mediterrâneos sempre priorizando ingredientes frescos e de qualidade.

O chef Manuel Coelho acabou de alçar vôo solo com a inaguraçao do restaurante Sensi, que fica em uma das esquinas mais agitadas do Campo Belo. A proposta da casa é um mix de ambientes. Além de restaurante tem um espaço de aulas e eventos, rotisserie e também um café.

O menu foi criado cuidadosamente pelo chef proprietário, que prioriza os ingredientes locais e frescos.

Antes de abrir seu proprio negocio o moço comandava a cozinha do EAT, na Vila Olimpia.

O LeBlog bateu um papo com Manuel. Confira a seguir.

O LeBlog entrevistou o chef Gustavo Young, do Bistrot Bagatelle. Apesar do clima de balada da casa, o chef garante que é da cozinha para fora, dentro ele é 100% focado em entregar pratos feitos impecavelmente.

Gustavo nem sempre comandou as caçarolas, antes de seguir por esse caminho, ele tentou a carreira de engenheiro mecânico, mas sua paixão pela gastronomia falou mais alto e em 2005, quando estagiou com a chef Bel Coelho, foi trilhar sua verdadeira paixão.

O moço passou cinco anos trabalhando em cozinhas pela Espanha e Itália, tendo chegado a comandar a cozinha do restaurante japones Finger’s Garden, em Milão.

A seguir, os melhores momentos da conversa.