Bem Estar

POSTAGENS RECENTES

VER RESUMOS

Para comemorar o Dia Mundial da Saúde que é no dia 7 de abril, o Hospital Santa Paula vai realizar a 11ª edição do evento “Cuide-se, Viva a Vida Melhor”, que será das 9h às 15h, no Parque do Povo em São Paulo. Todos estão convidados.

O tema da vez será “Estar presente é o melhor presente que você pode dar à sua saúde”, em referência à técnica de mindfulness, traduzido para o
português como “atenção plena”.

Com uma estrutura com 210 metros quadrados, a equipe do Hospital receberá os visitantes para uma série de exames de saúde gratuitos como avaliação de risco cardiovascular, aferição de pressão arterial, teste de glicemia, teste de colesterol, avaliação de massa corpórea (IMC) e bioimpedância. Haverá ainda orientação sobre AVC (sinais, tratamento e reabilitação), dicas de prevenção ao câncer de pele e orientações de assistência básica ao paciente com parada cardiorrespiratória em ambientes públicos.

O Hospital contará com uma equipe multidisciplinar formada por médicos, enfermeiros,
farmacêuticos, nutricionistas, fisioterapeutas e educadores físicos à disposição da
população durante todo o evento.

Para que o público passe por uma experiência sensorial completa, o evento contará
com a Tenda dos Sentidos, um espaço de contato com os alimentos para acionar os
cinco sentidos do corpo:
– Audição: degustação de alimentos crocantes em frente a um tablet com fones de
ouvido e, depois, sem interferência sonora alguma.
– Visão: experimentação de chips de alimentos para desconstruir a sua forma natural.
Muitas vezes, criamos uma ideia de que algo é ruim ou gostoso pela aparência, sem
nos darmos a chance de provar. Nos chips, os alimentos ficam todos padronizados e
com uma aparência única.
– Paladar: degustação de olhos vendados com atenção total no sabor.
– Olfato: os alimentos ficarão escondidos em caixas escuras e o público terá que
adivinhar pelo cheiro.
– Tato: tocando no alimento sem vê-lo, a pessoa terá que descobrir o que é pela
textura.
Para estimular o público a parar e exercitar a atenção plena no momento presente, a
Tenda dos Sentidos contará com uma intervenção artística com estátuas vivas, uma
experiência lúdica para promover a reflexão e incentivar as pessoas a conhecerem as
práticas de mindfulness e mindful eating.

As práticas corporais são fundamentais para manter a saúde em ordem e, pensando nisso, a personal trainer das famosas, Cau Saad, vai levar para o parque o circuito “Alongue seu corpo, sua alma e sua mente” com técnicas de conscientização do corpo. Qualquer pessoa pode participar gratuitamente da atividade.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Quem tiver interesse em conhecer melhor o grande tema do evento, das 12h30 às
13h30 haverá um workshop gratuito com Marcelo Demarzo sobre mindfulness e
mindful eating. Um dos maiores nomes da área no Brasil, Marcelo é médico da
família, fundador e coordenador do Mente Aberta – Centro Brasileiro de Mindfulness e
Promoção da Saúde da Universidade Federal de São Paulo.
9h às 15h: Tenda dos Sentidos e circuito de exames com orientações de profissionais
de saúde
11h às 12h: Circuito Alongue seu corpo, sua alma e sua mente com Cau Saad
12h30 às 13h30: Workshop sobre mindfulness e mindful eating com Marcelo Demarzo

Para mais dicas de saúde e bem estar. clique aqui.

Quando pensamos em cuidados com a nossa saúde, o mais comum é focarmos no check-up ginecológico anual. Muitas mulheres têm o hábito adicional de passar pela endocrinologista com frequência, para checar como estão os hormônios.
No meio disso, os rins também merecem sua atenção.

Por meio dos exames de sangue e de urina de rotina, que a própria ginecologista costuma pedir, o desempenho deles pode ser verificado, diagnosticando muito cedo problemas como a doença renal crônica – que, não tratada, leva à insuficiência renal e é a oitava causa de morte feminina no mundo. Sua principal característica é a perda lenta e irreversível do funcionamento dos rins, e isso não é nada bom, já que eles têm a função vital de remover as substâncias tóxicas e o excesso de água do organismo.

Atualmente, nosso dia a dia está cada vez mais estressante e corrido, e pensando em soluções para essa temática dos tempos modernos, o Hospital Santa Paula promoveu no último dia 21 uma palestra incrível sobre “Mindfulness” voltada à liderança do Hospital, a palestra foi ministrada pelo Dr. Marcelo Demarzo, médico de família e especialista em Mindfulness.

“Essa palestra é uma das iniciativas do Hospital Santa Paula, que tem como objetivo mostrar que pequenas mudanças no estilo de vida e exercícios de relaxamento podem ajudar a aliviar o esgotamento mental dos profissionais de saúde”, afirma Paula Gallo, gerente de marketing do Hospital.

Ao longo dos próximos dois meses, o especialista voltará a se reunir com a liderança do Hospital para ministrar um treinamento com quatro sessões sobre técnicas e práticas simples de Mindfulness.

Entre as diversas melhorias na qualidade de vida proporcionadas por essa prática, destaca-se o aumento do foco, concentração, memória e estímulo à criatividade.

A prática contínua dos ensinamentos é fundamental para adquirir bons resultados nas atividades pessoais e profissionais. “Para engajar os profissionais vamos utilizar um aplicativo de comunicação interna. Criamos uma sessão específica de Mindfulness para ser acessada inicialmente pelos gestores e líderes com dicas e lembretes da técnica para manter a atenção plena. A ideia é que o programa seja expandido futuramente aos demais colaboradores”, finaliza a executiva.

Para mais dicas de saúde e bem estar, clique aqui.

Na coluna de saúde de hoje aqui do LeBlog o Hospital Santa Paula fala da importância de se proteger do sol.

Vivemos em um país tropical onde o sol brilha praticamente o ano todo. No verão, quando as praias e piscinas estão ainda mais convidativas, aumenta consideravelmente a nossa exposição ao sol.

Ao contrário do que muita gente imagina, a preocupação essa exposição ao sol no dia a dia deve ser tão séria do que quando estamos de roupa de banho: a proteção diária é essencial. Além dos raios ultravioletas, a luz visível (aquela emitida por aparelhos eletrônicos como celulares, computadores e tablets) e a radiação infravermelha (presente em tudo que produz calor, inclusive o secador de cabelo e a chapinha) também podem ser muito prejudiciais à pele.

Enquanto a radiação ultravermelha atinge a camada mais superficial da pele, conhecida como epiderme, a luz visível e a radiação infravermelha atingem a derme, interferindo diretamente sobre o colágeno, a proteína que dá firmeza à pele, favorecendo o envelhecimento precoce. Além disso, a luz visível é capaz de desencadear ou piorar diversas doenças de pele, como urticária, alergias e melasma.

Confira as orientações da dermatologista Vanessa Mussupapo, do Instituto de Oncologia do Hospital Santa Paula:

1 – O rosto é uma das áreas do corpo que mais sofre com a exposição ao sol?

Sim. O rosto é uma área muito exposta ao sol, por isso o cuidado deve ser redobrado. Especialmente em dias nublados e chuvosos, muitas pessoas abandonam o protetor solar e deixam o rosto exposto sem protetor solar. Isso contribui para o envelhecimento precoce da pele e pode ainda resultar em manchas de sol. O produto deve ser espalhado de maneira uniforme de 15 a 30 minutos antes da exposição e reaplicado a cada duas horas (e depois de cada mergulho ou suor excessivo) para obter a proteção adequada. Em dias quentes, é importante fazer uso de chapéus, bonés e óculos escuros.

2 – O protetor solar do corpo também pode ser usado no rosto?

É importante avaliar o tipo de pele, pois a maioria dos protetores de corpo tem uma textura mais oleosa. Há opções diferenciadas para o protetor de rosos como loção, gel, mousse e oil free, indicado para peles oleosas. O recomendado é utilizar um produto com FPS a partir de 30 nesta área.

3 – As maquiagens com filtro substituem o protetor solar?

As maquiagens com filtro não substituem o uso diário do protetor por possuírem baixo índice de proteção solar baixo, normalmente em torno de FPS 25, e cobertura muito fina. O ideal é utilizar protetor solar com base tonalizante.

4 – Qual a diferença entre os fatores de proteção solar?

O FPS 30 retém 96% da radiação UVB, enquanto o FPS 50 retém 98% e o FPS 100, 99%. Quanto mais sensível e clara for a pele, maior a necessidade de FPS. O FPS é o índice que determina o tempo que uma pessoa pode se expor ao sol sem ficar vermelha. Ou seja, se a pessoa começa a ficar com a pele vermelha em 10 minutos sem filtro, com o FPS 30 ela vai demorar 30 vezes mais a começar a ficar vermelha. A diferença está no tempo que você pode ficar exposto, ou seja, com o FPS 100 você pode ficar mais tempo sob o sol do que poderia ficar com o FPS30.

5 – O uso de filtro solar atrapalha a absorção da vitamina D?

Infelizmente sim. O filtro solar reduz a capacidade do organismo em sintetizar a Vitamina D, substância que possui um papel vital no organismo, pois atua na formação e manutenção da saúde óssea. Um filtro solar com FPS 30 chega a diminuir em 95% a síntese cutânea da vitamina D. Para manter os níveis adequados da vitamina no organismo, é necessário se expor ao sol pelo menos 10 a 15 minutos, entre 10h às 15h, sem proteção solar, ou através de suplementação.

6 – A pele negra é mais resistente ao sol?

Sim, porque possui maior quantidade de melanina. Neste caso, o FPS 15 já é suficiente.

7 – É permitido utilizar filtro solar e repelente ao mesmo tempo?

Claro. Não há perigo em usar os dois produtos simultaneamente. Para um melhor resultado, aplique o protetor solar primeiro e 15 minutos depois passe o repelente.

8 – Protetor solar é dispensável no inverno?

De forma alguma. A radiação no inverno no Brasil é tão intensa quanto a registrada ao longo do verão na Europa.

Para ficar atento e aproveitar o sol na medida certa! O bronzeado e a saúde agradecem.

Para mais dicas de saúde e bem-estar, clique aqui.