Viagens

Em uma viagem partindo de São Francisco para o norte da Califórnia, o LeBlog passou por Point Reyes National Seashore, uma região cuidada pelo Park Service dos Estados Unidos que fica na Peninsula de Point Reyes, em Marin County. Um lugar muito especial e preservado.

A viagem de São Francisco para lá dura pouco menos de 3 horas, e vale cada segundo. Se aproximando da reserva, não há sinal de celular, mas o google maps dá conta de indicar o caminho (se carregado antes). Depois da cidade turística, não há posto de gasolina por perto, por isso é bom encher o tanque por lá para garantir.
O destino do LeBlog foi o farol de Point Reyes, que fica na pontinha do mapa. Se aproximando do local, a paisagem do verão californiano deu lugar a muita neblina e vento.

point-reyes1

As estradas cheias de curvas e as colinas com gado lembram cenários que só são vistos na Groenlândia, Islândia, ou coisas do tipo. Aquela filosofia de que a jornada é mais importante que o destino é facilmente aplicada por lá. A vontade é de parar a cada curva para apreciar a paisagem bucólica.

Nos meses de verão, os turistas com carros podem dirigir até o estacionamento de visitantes, próximo ao Farol. O site conta que nos meses de inverno um ônibus leva os viajantes até lá. De qualquer forma, visitar o site no dia da visita é importante. A estrada pode ser fechada a qualquer momento por condições climáticas como fortes ventos e neblina densa.

point-reyes2

No dia da nossa visita, durante o verão, deixamos o carro no estacionamento e fomos ao encontro do Farol a pé, única maneira permitida de prosseguir caminho. Quando o estacionamento lota, os carros de tamanho normal são permitidos estacionarem no acostamento da estrada. Também vimos muitos ciclistas por toda estrada de asfalto, mas a partir do estacionamento é preciso seguir caminhando.

point-reyes3

A caminhada até o famoso Farol dura alguns minutos. O tempo por lá é distorcido pela beleza ao redor, pelo vento fortíssimo e pelo frio. O casaco corta-vento salva o passeio nessa hora! Não sabemos dizer quanto tempo levamos do carro até o farol, mas a distância é pequena e recheada de beleza, como árvores que “fazem chover” devido tanta umidade, e as cabanas pelo caminho com cara de abandonadas. Há um visitors center com informações e imagens, além de souvenires.

Seguindo o caminho de menos de 1km encontramos a escada que dá acesso ao farol, são muitos degraus, 308 ao todo. Mas isso deixamos para pensar na volta. Pessoas de todas as idades sobem e descem o percurso, e nesse momento a neblina foi deixando o mar protagonizar a vista. Nesse momento, já estamos na extremidade da costa, e o som das ondas se mistura com o do vento ainda muito forte.

point-reyes4

A cada degrau abaixo, o horizonte foi graciosamente aparecendo cada vez mais nítido, junto com o sol e os olhos marejados por tamanha beleza. Chegando ao farol, podemos ver por dentro (sem tocar) o mecanismo que guiava os barcos a noite. Uma pequena sacada permite com que os visitantes deem uma volta 360º antes de se preparar para a subida.

point-reyes5

Cada degrau da volta ficou esquecido já que o corpo inteiro estava concentrado nos olhos, em registrar e apreciar tudo. Pudemos ver até alguns leões marinhos no mar! O rolo da câmera também esteve ocupado, registrando cada rocha, cada pedaço do lugar.

point-reyes6

No caminho de volta para o carro, a paisagem parecia outra. O vento soprou a neblina embora e agora já era possível ver a linha da praia que parece mais um caminho infinito das ondas acabando na areia. O cenário é todo grandioso, muito maior do que a lente da câmera mostra! Para se ter uma ideia, na foto abaixo aqueles pontos escuros são pessoas.

point-reyes7

De volta para o carro, apreciamos o caminho de volta e, seguindo as placas, logo obtivemos sinal para prosseguir viagem.
O objetivo agora é voltar e passar mais tempo por lá: há opções de hiking, camping e outras atividades no Parque Nacional que é uma jóia escondida na ponta da costa leste.

Para detalhes do clima, estradas e regras do local, visite o site.

Para mais dicas de passeios pela Califórnia, clique aqui.