Viagens

Por Charles Piriou

IMG_8125No final do ano 2014 fui conhecer um destino que me fascinava há tempos, Marrakesh. Estava indo a Paris para as festas de final de ano e aproveitei uma conexão da Royal Air Maroc – que começou voar para o Brasil há pouco tempo mas ainda não se organizou e não recomendo – para passar quatro dias em terras marroquinhas e conhecer melhor essa cultura cheia de cores e sabores.

IMG_8576

Como muitos franceses, sempre ouvi falar muito do Marrocos, mas ao chegar eu senti uma forte sensação de ser mesmo um estrangeiro, mas um estrangeiro conhecido como “colonizador” com um certo passado que condena. Começa pela língua, pois ainda no Marrocos todos falam francês mas a língua oficial é árabe. Uma sensação estranha, confesso, que não deixou meu animo em conhecer Marrakesh se abalar em nenhum momento. Fiquei completamente apaixonado por esse lugar. Gostaria de ter ficado mais tempo para descobrir ainda mais.

Cada cidade no mundo tem algum hotel considerado também um monumento histórico. Em Marrakesh esse hotel se chama La Mamounia, um palácio e tanto.

IMG_8202 IMG_8208 IMG_8196 IMG_8643 IMG_8127 IMG_8126 IMG_8134 IMG_8160 IMG_8184 IMG_8194 IMG_8214

No século 18, o que hoje é um imenso palácio eram lindos jardins acoplados ao centro da cidade que pertenciam ao sultão Mohammed Ben Abdellah e sua esposa Lata Fátima. O príncipe desenhou o jardim para seu filho Mamoun como presente de casamento. A idéia de construir um hotel surgiu por volta de 1920, e depois vários edifícios foram acoplados no que hoje é considerado um dos hotéis mais prestigiosos e luxuosos do planeta.

IMG_8216 IMG_8214 IMG_8239 IMG_8254 IMG_8290 IMG_8315 IMG_8307 IMG_8302

Ao longo dos anos, vários decoradores foram chamados para repaginar o hotel como por exemplo Jacques Majorelle e André Paccard, decorador do rei Hassan II. A última repaginação foi pensada por Jacques Garcia, que também decorou o famoso hotel Costes em Paris.

IMG_8351 IMG_8366 IMG_8369 IMG_8316

Winston Churchill convidou Franklin Roosevelt aqui para descansar após as negociações da Segunda Guerra Mundial. O cineasta Alfred Hitchcok filmou cenas de “O homem que sabia demais” aqui. Por seus corredores, saguões e suítes, também já passaram ao longo de quase um século, os Rolling Stones, Charlie Chaplin, Sharon Stone e muitos outros astros de Hollywood. A lista é longa, confesso que fiquei muito “orgulhoso” ao saber que durmi no mesmo hotel onde o General de Gaulle e Jacques Chirac, ambos presidentes da França… Se eu pudesse descrever minha estadia em algumas palavras, seria ter parado no tempo no meio de um palácio mágico.

IMG_8395

Fui visitar o Jardim Majorelle, um dos jardins mais lindos do mundo. Yves Saint Laurent e Pierre Bergé descobriram o Jardim Majorelle em 1966, durante a sua primeira viagem para Marrakech. Eles ficaram sabendo que o jardim estava para ser vendido e seria demolido para construção de um resort. Em 1980 eles mudaram o destino ao comprar a propriedade, salvaram o maravilhoso projeto e decidiram restaurar e viver na casa do artista francês Majorelle, para construir o jardim dos seus sonhos e aproveitar uma fonte de inspiração sem fim.

IMG_8458

O grande estilista Yves Saint Laurent aproveitou a tranquilidade, se inspirou, deu várias festas e aproveitou sua vida por lá. Depois da sua morte em Paris, suas cinzas foram espalhadas pelo jardim e foi construído um memorial. Até hoje seu companheiro mora aqui e os locais os descrevem como pessoas maravilhosas.

IMG_8397 IMG_8413 IMG_8422 IMG_8420 IMG_8429 IMG_8432 IMG_8456 IMG_8463 IMG_8486 IMG_8491 IMG_8487

Um complexo sistema de irrigação automática que adapta a distribuição de água de acordo com as horas do dia e as necessidades específicas de cada planta foi instalado, no total são mais de 300. Uma equipe de 20 jardineiros trabalha todos os dias para manter o jardim, seus lagos e lindas fontes. O lugar também abriga um museu aberto ao público sobre a cultura árabe e também coleções pessoais de Yves Saint Laurent e Pierre Bergé estão expostas. Um delicioso e charmoso café e restaurante foi aberto e recebe os turistas do lugar mais visitado de Marrakesh. Em 2010, a rua em frente ao jardim passou a ser chamada Rue Yves Saint Laurent, e Pierre Bergé esteve na cerimônia que marcou a homenagem.

IMG_8709

Para comer bem, o restaurante Dar Yacout é uma experiência única. Um jantar de rei, com tudo o que se tem direito. Prepare-se para comer muito, e muito bem. Você chega a noite no meio do souk e centro histórico de Marrakesh, é recebido por um charmoso senhor que mostra o caminho do petit palais… Muitos dirão que é um ponto turístico, e sem dúvida é, mas incontornável mesmo assim. Primeiro você toma um aperitivo ouvindo música típica e apreciando o ambiente, para depois subir e degustar vários pratos servidos generosamente e em grande estilo por garçons servidores a caráter… Sem dúvida vai lembrar pelo resto da vida desse jantar.

IMG_8689

Conhecer a praça Jemaa El-Fna e a Medina é fácil quando você está hospedado no La Mamounia pois fica somente a alguns metros dalí. Passear nos souks e conhecer o mercado das especiarias é uma experiência única! Cuidado apenas com vendedores de rua as vezes um pouco insistentes, é sempre melhor ir acompanhado de um guia local que sabem os caminhos, atalhos e lugares a evitar.

IMG_8814 IMG_8813 IMG_8817 IMG_8815 IMG_8822 IMG_8829 IMG_8828 IMG_8833 IMG_8836 IMG_8838 IMG_8842 IMG_8849 IMG_8865 IMG_8873 IMG_8885 IMG_8889 IMG_8881 IMG_8876 IMG_8877 IMG_8890 IMG_8898 IMG_8899 IMG_8917 IMG_8922

De volta ao hotel depois de bater pernas, a boa dica é aproveitar a piscina com uma massagem no spá e claro tomar um refresco para revigorar o corpo, antes de voltar para realidade e fechar as malas…  IMG_8987

Bon voyage!