Bem Estar

Hoje é dia de mais uma coluna se saúde by Hospital Santa Paula aqui no LeBlog.

Na coluna de hoje o Dr. Ótávio Gebara (Diretor de Cardiologia do Hospital Santa Paula em SP) preparou uma coluna sobre alguns assuntos que assombram a população ultimamente e que tem que ser diagnosticado e tratado.

Voilà…

Hostilidade, raiva e depressão: esses ainda vão te matar!

Há muitos anos se observa que as pessoas deprimidas tem mais problemas cardiovasculares. Na mesma linha pessoas “nervosas” demais ou muito hostis também. Porém até recentemente, pesquisadores hesitavam em confirmar estas impressões populares.

Felizmente, estudos científicos mais elaborados vêm demonstrando que os transtornos de humor e comportamento, de fato afetam o sistema cardiovascular, e aumentam as chances de infarto ou acidente vascular encefálico (o “derrame”).

Durante um episodio de raiva intensa, o risco de um evento cardíaco pode dobrar! Vários mecanismos propostos podem explicar esse fato, tais como aumento de adrenalina e noradrenalina, aumento da pressão arterial, da frequência cardíaca e da coagulação sanguínea podendo obstruir as artérias.

Pessoas deprimidas aumentam em aproximadamente 60% as chances de ter um infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral. Aqui também vários mecanismo podem estar envolvidos, entre eles aumento de hormônios que pioram o performance das artérias até mesmo dieta inadequada e pouco exercício comumente relacionados à depressão.

A boa notícia é que uma vez que se reconhecem estes transtornos como sendo prejudiciais para o sistema cardiovascular, podemos atuar prevenido o problema.

Fique atento! Os fatores de risco podem estar por aí e você nem se deu conta.

Dr. Otavio Gebara